Catarina Ferreira

Tenho 20 anos e sou de Coimbra. Em 2019, entrei na Escola Superior de Educação, em Comunicação Social. Dentro desta licenciatura, escolhi a área direcionada à criação de conteúdos. Durante estes anos, fui aprendendo e ganhando o gosto pelo mundo televisivo, onde ambiciono um dia trabalhar.

Tive a oportunidade de estagiar num local cuja função que desempenhei é muito associada à figura masculina – repórter de imagem. Raras são as vezes que aparecem mulheres para fazer esse tipo de tarefa dentro de uma organização como a qual onde estive. Este foi um dos motivos pelos quais decidi abraçar este projeto jornalístico, além de poder colocar em prática tudo o que aprendi e, ao mesmo tempo, sentir a responsabilidade de mostrar que uma mulher também é capaz, e características como o sexo não influenciam qualquer atividade nesta sociedade em que vivemos.